sábado, 27 de setembro de 2014

Nirvana X Blink182º

Quando os textos conversam entre si:



Liberdade de Expressão

Eu não vou falar muito sobre o tema. 
Na verdade, quero só deixar uma nota, aqui, para que fique claro a qual grupo de pessoas eu estou relacionado, quando o assunto é a liberdade de expressão.

Eu sou um liberal. Por mim, enquanto as tuas atitudes não interferirem na liberdade da outra pessoa, tu podes fazer o que bem entender de sua vida.

Eu ainda acredito muito na frase que o K disse para o J em MIB: "O pensamento humano é tão primitivo que é considerado uma doença infecto-contagiosa em algumas partes da galáxia".

Assim sendo, a livre expressão é quase como um portador de gripe dar AQUELE espirro encatarrado dentro do trem, às 18hs, na estação central. É certeza que a ideia/vírus irá infectar algumas outras pessoas.

MAS... Ideias, sozinhas, não interferem na liberdade de nenhuma outra pessoa.

"O ser humano é senhor dos seus pensamentos e escravo de suas palavras..."

Se tu queres pensar que a cor da pele, sexo, orientação sexual, crença religiosa, crença política, local aonde nasceu ou qualquer outra característica é base para categorizar os seres humanos, problema é seu.
Agora, se tu queres impor esse pensamento sobre os outros, retirando as liberdades dos demais, aí é problema nosso.
E se tu chegas ao ponto de tomar atitudes (sejam elas básicas ou extremas) que atentem diretamente contra a liberdade alheia... Aí é problema da justiça.

Porque vivemos em um mundo, amigo, aonde a ciência já comprovou diversas afirmações. E, mesmo assim, existem pessoas que simplesmente NEGAM os FATOS COMPROVADOS para continuarem seguindo a lógica do seu pensamento. E o que vamos fazer com essas pessoas?
O ideal seria, é claro, que todos nós tivéssemos uma educação de qualidade, a qual nos ensinasse como pensar sozinhos, e não uma educação que nos ensine o que devemos pensar.

Mas isso ainda não existe. E como nem você nem eu conseguiremos mudar isso sozinhos, basta esperar que a coletividade avance (mesmo em sua velocidade baixíssima), até que cheguemos ao ponto em que todas as pessoas do mundo consigam sair do segundo grau como cientistas, curiosos por respostas que avancem as fronteiras do conhecimento.
Mas até chegarmos nesse ponto utópico (como eu gosto de utopias!), o que temos é o RESPEITO.

E sempre é bom lembrar qual é o sentido do respeito: do maior para o menor.

Você não pode exigir que um burro de carga entenda as suas palavras e desempaque só porque você pediu. É impossível.
Mas você pode entender o que está fazendo o burro de carga empacar e resolver-lhe o problema.

Sempre o mais evoluído deve compreender o menos evoluído. E, se possível, resolver-lhe o problema.

Por isso que o expediente é o de RESPEITO às opiniões. 

Queres pensar que a torcedora gremista está certa ou errada? Pense. Problema é seu, independente do seu pensamento.
Claro que, quando confrontamos essa questão com a ciência, temos que não há "raça" "mais" ou "menos" evoluída que a outra. Geneticamente, as diferenças entre "brancos", "negros", "indígenas" e "orientais" tendem ao zero, não sendo estatisticamente maiores do que as diferenças comuns das mutações entre cada ser humano que vive, viveu ou viverá nesse planeta.
Assim sendo, o pensamento racista é cientificamente menos evoluído do que o pensamento não-racista.
Agora, o que vamos fazer? Bater na guria até que ela se convença que racismo é burrice? Vamos queimar sua casa, "para que ela aprenda"? Vamos agredi-la enquanto mulher, branca ou por qualquer outra característica dela que encontrarmos? Ao fazermos isso, somos nós mais ou menos evoluídos do que ela, que "só" gritou "Macaco"?

Eu acredito na liberdade total de expressão. Queres se expressar, expresse-se. Mas lembre-se que você é responsável pelas palavras que profere.


Entrevistador: "E os protestos (anti-gay) do outro lado da rua, 
alguém tem alguma coisa a dizer?"


"A América é um grande lugar, a expressão é livre, 
e você pode expor o fato que você é um idiota."

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Complexo de Princesa: A Prova!

Um dos meus textos mais controversos se chama Complexo de Princesa.
Neste texto, eu tento explicar que as meninas têm um funcionamento, uma criação e, portanto, um comportamento diferente dos meninos.
Somos máquinas químicas. Jamais esqueça disso. Uma substância basta para que todo o corpo funcione de modo diferente. A principal diferença entre homens e mulheres é a quantidade de testosterona circulando no corpo, desde o estágio fetal. (Na verdade existem muitas substâncias diferentes, mas vamos usar a testosterona como alegoria, ok?)

Meninos são mais propensos a explorar. A desbravar. Encontrar coisas novas. Meninos não se preocupam em organizar, arrumar ou deixar as coisas bonitas.
Meninas? É próprio das meninas manter uma certa organização das coisas. Pode não ser do guarda-roupas, pode não ser do quarto, da casa, da vida financeira... Mas sempre tem alguma coisa que as meninas procuram deixar arrumado. Como se fosse um último refúgio de sanidade neste mundo. Pode ser só o cabelo, só as unhas, só o guarda-roupas, só os sentimentos... qualquer coisa ou todas as coisas, dependendo do grau de neura e entrega ao complexo de princesa. O certo é que meninas gostam de ver coisas arrumadas.

Quer uma prova?

Pra que serve uma piscina de bolinhas? Brincar? Se esconder? Nadar? Para essas meninas, a diversão foi essa:











Sistema Solar

Está totalmente fora de escala.
As órbitas não são círculos, são elipses.

Está muito... muito simplificado. Mas, mesmo assim, é uma imagem bonita demais.




sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Algoritmo de Ordenação!

Achei tão bonito esse gif, que precisei trazê-lo para vocês.

É uma representação visual de como um algoritmo de ordenação trabalha para pegar um grupo de variáveis e ordená-las em forma crescente.

Bobo, mas extremamente útil ao nosso dia-a-dia.


quinta-feira, 18 de setembro de 2014

DeadPool: O Filme!

Mais uma vez, a Marvel marcando muitos... muitos pontos!

Confirmada a data de estréia do filme de ninguém menos do que o DeadPool!

Será no distante... angustiante... longínquo dia 12 de fevereiro de 2016!!!!

Céus! Que estejamos todos vivos para morrermos de rir com esse brilhante assassino!

Você já tinha visto o trailler? TOMA!

O Lago sobre o Oceano!

Este é Sorvagsvatn, o "Lago sobre o oceano".

Este lago fica nas ilhas Faroé, uns pedacinhos de terra entre a Islândia e o Reino Unido...




Bonito. Muito bonito!

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Moreia de estimação?

Moreias são peixes muito, muito antigos. A receita da espécie para sobreviver por milhões de anos quase inalterada, na Terra? Simples: vivem em tocas e são extremamente agressivas.

Sério, se você ver uma moreia, saia de perto. Não invente de mexer com o bicho. Além de agressivas, elas são letais.

E é isso que faz deste gif tão interessante. Segundo o local aonde eu o encontrei, essa nadadora visita esse ponto de mergulho com certa frequência. às vezes mais de uma vez por ano, às vezes passam-se alguns anos entre uma visita e outra. E em todas as visitas essa moreia se lembra da mergulhadora e sempre a trata desse modo. Como se fosse um animal de estimação.

Raro, bonito... e meio insano... Eu JAMAIS deixaria uma moreia chegar tão perto de mim. Tenho amor à minha integridade física. Melhor não arriscar...



Perdi alguma coisa?

Eu, quando perco um meme nas redes sociais!



(Que bonitinha a dona coruja!)


Boa Segunda, Boa Semana!

Um café para começar essa semana BEM!


quarta-feira, 10 de setembro de 2014