segunda-feira, 20 de julho de 2015

Homem Formiga

Então lá fui eu assistir ao Homem Formiga.

Bem. O filme é bom. Não é nenhum filme maravilhoso, não é obrigatório e tudo bem se você decidir esperar sair na TV para ver.

É um filme divertido. Filme de passagem, nas histórias da Marvel. Lembra muito o primeiro filme do Homem de Ferro. Muita história. Muita contextualização. Muitas explicações, muito treinamento do herói. Uma batalha legal contra um inimigo inexpressivo... Piadas boas, trilha sonora boa...

As participações especiais da Agente Peggy Carter, do Howard Stark velho e do Falcão são boas. Ligam o Homem Formiga com o universo Marvel satisfatoriamente.

Há duas cenas pós-créditos. Fique no cinema até o acender das luzes e você será recompensado.

Se eu recomendo o filme? Olha, vá ao cinema se não tiver mais nada o que fazer. A diversão é boa e garantida. Mas o Homem Formiga está longe de "Os Guardiões da Galáxia" ou de "Os Vingadores".

Os efeitos especiais estão ótimos. Mas isso já é esperado, dados os demais filmes da Marvel.

A partir do link abaixo eu  vou contar a história do filme. Sinceramente, eu não acredito que exista nada no filme que justifique um spoiler alert. Poxa, é filme de explicação da origem do herói. O roteiro é tão previsível quanto você possa imaginar.


Bem.

O filme começa com o Dr Hank Pym negando à Shield acesso ao seu trabalho... e ao resultado: a "Partícula de Pym".
A cena é legal porque já aparece a Agente Carter escoltando Pym até uma reunião com um diretor da Shield e Howard Stark. Na reunião, a Shield deixa claro como gostaria de contar com um exército equipado com os trajes do Homem Formiga. Hank Pyn deixa claro que não disponibilizará sua invenção para a Shield e não deixará com que ela caia nas mãos de um comerciante de armas como o Stark.

"Mas qual é o poder do Homem Formiga, afinal?" - você deve estar se perguntando.
"Grandes merda que ele encolhe!" - tenho certeza que você pensou nisso.

Bem. Antes de mais nada entenda que o Homem Formiga foi criado durante a guerra fria. Pense em um espião que consegue diminuir seu tamanho. Que pode passar desapercebido por qualquer lugar, praticamente.
Agora, pense que a "Partícula de Pym" reduz o espaço entre os átomos. Isso significa que a pessoa encolhida mantém a sua força e resistência, mesmo no tamanho de uma formiga. Significa dizer que o Homem Formiga tem um centímetro de altura (se tanto) mas a capacidade física de um homem de 1,80m.
Sua força é amplificada. Sua resistência é amplificada... Ou seja: um herói completo.

O filme mostra o Dr Pym visitando sua empresa, já nos dias atuais. Seu pupilo - Darren Cross - e sua filha - Hope van Dyne - estão apresentando avanços notáveis na duplicação da Partícula de Pym. Claro que Hank não gosta disso. Pede que parem. Mas nota que não conseguirá convencer as duas pessoas que o afastaram de sua própria empresa.

Da reunião, o filme corta para a vida de Scott Lang.

Scott é um ladrão. Tipo o Bilbo, sabe? Mais um "gatuno". Ele foi preso por invadir um sistema e distribuir milhões de dólares, em um ataque cibernético. Mais ou menos como um Robin Wood digital.

O filme mostra Scott saindo da cadeia. Recomeçando a vida sem crimes. Procurando um emprego normal. Tentando reconstruir a vida para poder ficar perto de sua filha.
Scott vai morar com um amigo, Luis. Esse amigo tem uma "dica" sobre um "trabalho". Mas Scott está decidido a não retornar para a vida de crimes.
Porém, quando Scott tenta se reaproximar da filha, sua ex deixa claro que só haverão visitas quando Scott passar a pagar a pensão, etc...

Scott então nota que será quase impossível rever sua filha com um trabalho normal. Então decide conversar com Luis sobre o "trabalho".

Nota: Luis é um personagem ótimo. Engraçado. Carismático. Tipo de personagem que nós vamos querer ver em outros filmes.

O trabalho parece simples: um idoso sairá de casa por uma semana. Esse idoso tem um cofre no porão. O que quer que esteja dentro do porão, é algo valioso.

Vemos como Scott é um bom gatuno. Ele invade a casa com maestria. Descobre o cofre, que possui um sensor de digitais. Sem problemas: com fita adesiva, cola e imaginação, Scott consegue uma digital para abrir o cofre.
Mas essa porta não era só do cofre. Era da sala aonde está o cofre. O cofre de verdade é um modelo antigo, quase impenetrável. Mais uma vez, Scott mostra toda sua habilidade e conhecimentos. Faz um buraco na porta, enche com água e a congela com nitrogênio, que estava na sala. A água se expande, o aço não. Os parafusos estouram e a porta se abre.
Dentro do cofre há um capacete, um traje e alguns frascos com líquido vermelho. Só.

Scott pega o traje e sai da casa do velho.

Já em casa, Scott tenta descobrir porque o traje é tão valioso. Usa seus conhecimentos para analisar... e decide vestir o traje.
Nesse momento, uma voz fala com Scott pelo capacete. É Hank. Aqui já fica a dica de que Hank deixou Scott "roubar" o uniforme de Homem Formiga. E a sequência de ação da primeira vez que Scott usa o traje é sensacional. Muitos efeitos especiais de primeira qualidade.

Não vou contar a sequência inteira. Mesmo porque eu não lembro de todos os detalhes, de tão frenética que é. Scott fica doido com a experiência e decide devolver o traje. Na saída da casa, a polícia está esperando. Scott acaba preso. 
Na delegacia, Hank se apresenta como advogado de Scott e conversa com ele sobre ser o Homem Formiga. Scott volta para a cela e, lá, as formigas entregam o uniforme, novamente.

Scott veste o traje e voa em uma formiga com asas pela primeira vez!


Na casa de Hank, Soctt é instruído e treinado. Hank deixa claro que está dando uma nova chance a Scott. Hank deixa claro que ele próprio "deu a dica" do roubo para os amigos de Scott. E que estava esperando que Scott "roubasse" o traje. Isso come uma boa parte do filme.

Basicamente, Darren está quase criando um traje de encolhimento (O Jaqueta Amarela) e Scott deve impedir isso.
Para tanto, Scott se acostuma com o encolhimento, treina movimentos, etc...
Hope ensina Scott a lutar.
Scott aprende a usar o comunicador com as formigas.

Tudo isso sob protesto da filha de Hank. Sim. Ela é um "agente infiltrado" de Hank na sua própria empresa. Ela está revoltada por não entender porque o Scott está usando o uniforme e não ela.
No meio do treinamento entendemos o porquê: Hank atuou nos anos 80 como Homem Formiga. E sua mulher era a Vespa. Em uma missão, a Vespa encolheu até o nível sub-atômico e jamais voltou. Hank não quer que o mesmo aconteça com sua filha.

Um plano é traçado. Eles usariam um dispositivo para bloquear alarmes e comunicações na indústria de Pym. Scott se infiltraria, apagaria os dados dos servidores, destruiria o uniforme do Jaqueta Amarela e salvaria o dia.

O dispositivo estava em um depósito pouco vigiado do Stark. Bastava Scott entrar lá, pegar o dispositivo e sair.
Mas ao chegar no lugar, o Homem Formiga nota que o galpão é da Shield. E está bem vigiado... pelo Falcão!


Sob protestos de Hank Pym, a primeira luta aparece. Homem Formiga contra o Falcão. E é claro: o Homem formiga dá uma surra no Falcão.

Scott volta pra casa com o dispositivo. Hope passa a gostar mais de Scott.

Nesse momento, Darren tem sucesso pela primeira vez em diminuir o tamanho de um ser vivo.
Por conta do ataque à Shield, Darren nota que algo está acontecendo. Ele aparece na casa de Hank, para chamá-lo para uma apresentação do Jaqueta Amarela.

Um momento tenso, de confronto social/mental entre Hank e Darren.

Ao sair da casa, Darren liga para Hope e pede que seja duplicada a segurança da indústria.

Hank pensa em abortar o plano. Mas Scott chama Luis e seus amigos para ajudar. Rearranjam o plano de invasão e executam o plano.

Daí pra frente é uma sequência de ação pura.

Vemos Hope, Hank e Luis entrando na empresa para desativar os alarmes. O amigo hacker dá um jeito de acabar com as defesas laser. E o amigo motorista ainda ajuda a despistar a polícia (lembram que Scott estava preso? Lembram que Hank mentiu ser um advogado? Então... A polícia está atrás dos dois, ainda...).

Muitos efeitos especiais. Formigas andando em canos, tubos de ventilação. Equipamentos fantásticos destruindo os computadores da empresa... Bombas posicionadas nos andares aonde as jaquetas amarelas estão sendo desenvolvidas...

Até que Scott chega na sala da apresentação. O laser é desativado no último segundo. Scott entra na câmara aonde está o protótipo pronto e... no mesmo momento... Darren retira a jaqueta da câmara, o laser é reativado e o Homem Formiga está preso.

Darren revela que já vendeu centenas de jaquetas amarelas para a Hydra!

Hank e Darren brigam. Hope revela do lado de quem está. Hank leva um tiro... Darren foge com o protótipo. O Homem Formiga foge da câmara. Espanca os capangas que ficaram para trás. Scott diz que as bombas vão explodir... Que precisa tirar todos dali. Mas Hope diz que a prioridade é acabar com o protótipo. Hank corre para o helicóptero aonde Darren está fugindo. Os policiais correm atrás do helicóptero.

Enquanto o helicóptero se afasta, Hope e Hank saem da indústria em um... TANQUE! Que estava miniaturizado, sendo utilizado como um chaveiro por Hank!
As bombas explodem, consumindo todo o prédio!

Bem, Darren veste a jaqueta amarela e uma super-micro-batalha é travada. É engraçado ver como as cenas são dirigidas. Somos arremessados do micro-mundo aonde a batalha é intensa... para o macro-mundo, aonde nem sequer notamos que algo está acontecendo.

A cena com o iPhone é hilária!

Por causa dos lasers do Jaqueta Amarela, os pilotos do helicóptero morrem e o aparelho cai. A mala aonde está acontecendo a batalha cai em uma piscina. É engraçado ver o Homem Formiga vencendo a batalha com uma raquete de pingue-pongue, arremessando o diminuto Jaqueta Amarela em um mata-moscas elétrico...

Os policiais chegam na casa e prendem o Homem Formiga. Desesperado, Scott diz para o policial (que é o novo marido de sua ex...) que precisa voltar à casa e destruir o equipamento do Jaqueta Amarela. CLARO que isso soa ridículo e Paxton não solta Scott. Até que o rádio da viatura diz que uma casa está com problemas... é a casa de Paxton, aonde vive a filha de Scott.

A viatura voa para lá. Scott dá um jeito de vestir o capacete mesmo estando algemado e corre para o quarto de sua filha, aonde o Jaqueta Amarela mantém a menina como refém.

A maior menor luta de todos os tempos acontece. Menção honrosa ao Trenzinho Thomas!

Enfim... A luta acaba como você imaginou. Homem Formiga detona o Jaqueta Amarela. Leva o vilão para o nível sub-atômico... Mas diferentemente da esposa de Hank, Scott consegue voltar para o tamanho normal.

São duas cenas pós-créditos.

Na primeira, Hank mostra para Hope que estava trabalhando em um traje novo para Vespa. Com a tecnologia do Jaqueta Amarela ambos pretendem terminar o traje. Hope será a Vespa? TOMARA!

Na segunda... Bucky aparece preso. Falcão e o Capitão América conversam. 
Capitão: "Alguém tem que fazer isso." 
Falcão: "Porque não o Stark?" 
Capitão: "O Stark não vai querer fazer isso..." 
Falcão: "Então eu sei que é a pessoa certa para o trabalho..."

É um gancho para o Homem Formiga aparecer em um filme do Capitão América? Dos Vingadores? Ou para um segundo filme do Homem Formiga??? Tanto faz! Eu quero assistir!

E porque esse é um filme importante? Porque dos personagens importantes na Guerra Civil, só os que ficam do lado do Capitão América foram apresentados até o momento. Hank Pym fica do lado do Homem de Ferro (sei lá como farão isso... Hank pareceu bem avesso ao Stark... mas tudo bem...).

E além do mais: Hank Pym é o Gigante. Não se surpreenda ao ver Michel Douglas vestindo um uniforme e ficando com uns 10 metros de altura em futuros filmes da Marvel!

Enquanto maluco por supers, eu adorei o filme. Excelente mesmo. 
Enquanto encarregado de passar para vocês minhas impressões... É um filme de passagem. Bem amarrado com todas as outras histórias. Necessário para entender o contexto geral, mas não é obrigatório para a saga.