sexta-feira, 13 de março de 2015

Instante Exato: Onda de Choque!

Disparado, de longe mesmo, as ondas de choque são as estruturas que mais me fascinam na natureza.

Aliás, eu mesmo acredito que estamos vivendo em uma onda de explosão...


Sim. O Big Bang é uma expansão muito rápida. A grosso modo, chamamos todas as expansões muito rápidas de explosões. Igual a da imagem, acima.

Quando ocorre uma explosão, o ponto inicial é pequeno. O lugar aonde existia o "combustível" que foi combinado com o "comburente" na presença de uma fonte de calor, combinados para criar uma reação que dispersa energia.

Se essa energia encontra alguma resistência (na imagem, os átomos da atmosfera), ele gera a "onda de choque", que é o domo translúcido que você está vendo ao redor das chamas.

Como podemos ver, o domo da onda de choque rapidamente se distancia do ponto zero da explosão. E o domo da onda de choque não tem mais conexão física com o ponto zero da explosão.

Só que, para quem "surfar" a onda de choque, vai sempre parecer que o local aonde acabou de estar ainda existe. E esse lugar existe em todos os pontos da própria onda de choque. Assim como nós estamos pensando o nosso Universo, hoje.

Eu acredito que nosso Universo tem essa mesma constituição.

Houve uma grande expansão de alguma coisa em um "oceano" que não conseguimos identificar, ainda. As "paredes", os "limites" da onda de choque são exatamente o que a gente consegue observar. A cada momento o nosso universo se expande na direção "de fora" da onda de choque... e como a onda de choque é uma "casquinha", ela traz consigo o que já existia...

(Uma "casquinha" de mais de 15 bilhões de anos-luz, claro...)

Por isso nosso universo está expandindo e esfriado. Por isso nosso universo tende a acabar em escuridão e gelo. Porque uma hora a onda de choque perderá toda a força para manter-se expandindo... e simplesmente desaparecerá.

TALVEZ... a energia de uma "onda de choque universo" bata no "combustível" e "comburente" que existem nesse espaço-extra-universal, gerando novas ondas de choque. Ondas de choque que se cruzam, tanto em frequências visíveis de um para outro, quanto em frequências invisíveis de um pra outro...

E TALVEZ... como as ondas de choque não são círculos perfeitos, a gravidade seja somente pontos na onda de choque que ficaram "um pouco mais para trás" do que os seus pontos ao redor. Assim, a própria "trama do universo", prevista por Einstein e já observada indiretamente, fica mais "fechada" em um ponto e mais "aberta" ao redor, criando um lugar aonde a matéria que está "surfando" a onda de choque possa "cair", se concentrando naquele ponto.

Se esse ponto é grande, junta muita matéria... E essa matéria "pesa" na trama, aumentando o "buraco" na onda de choque, atraindo mais matéria... até criarem-se estrelas de nêutrons, buracos negros e outras aberrações cósmicas.

E TALVEZ... a matéria escura seja só a matéria "extra-universal" "pesando" sobre nosso "universo-casquinha-onda-de-choque".

E TALVEZ... a energia escura sejam só variações de intensidade da explosão inicial, potencializadas por cruzamentos de ondas de choque...

Enfim. Eu trago o sonho. Se alguém quiser conversar, basta chamar.

Se alguém achar legal a ideia e tiver tempo de criar a matemática e testes para falseá-la, fiquem à vontade. Só citem meu nome como "Maluco que pensou nessa desgraça toda". Obrigado.