sexta-feira, 11 de abril de 2014

Capitão América - The Winter Soldier

Então amigo, ontem eu fui assistir ao Capitão América 2 - O Soldado Invernal.

E olha... Apesar da PÉSSIMA sessão oferecida pelo CineSystem do Iguatemi aqui de Florianópolis, o filme foi fantástico.


Capitão América 2 é o que eu chamo de "filme-ponte": um filme que responde perguntas abertas em filmes anteriores, conduz a trama e deixa perguntas abertas para próximos filmes. "Filmes-ponte" geralmente são chatos. Geralmente são monótonos. Geralmente não têm trama própria. Geralmente dependem que você tenha visto outros filmes para entendê-los. E exigem que você assista as suas continuações.

Mas Capitão América 2 é um filme magnificamente bem escrito.
Você não precisa ter lido gibis do Capitão América para entender o filme.
Você não precisa ter assistido o primeiro filme do Capitão América para entender o filme.
Você não precisa ter assistido a filme algum da série dos Vingadores para entender esse filme.

Capitão América 2, apesar de ser um "filme-ponte", é um filme-ponte que possui início, meio e fim.
É um filme com uma tocada séria, como a personalidade do personagem principal não deixaria ser diferente. Mas é um filme que possui piadas, romance, criação e destruição de personagens e instituições dentro da própria história e para a trama inteira.

Eu gostei muito deste filme, pois me senti como se estivesse folheando um gibi. Eu tremi na base quando soube que a MARVEL fora comprada pela DYSNEY. Mas já naquela época eu sabia que grandes filmes viriam. Se a DYSNEY conseguiu fazer una obra-prima a partir de uma área temática do seu parque (Os Piratas do Caribe), imaginem o que conseguiria fazer com os excelentes personagens e roteiristas da MARVEL, já consolidados por décadas de experiência...

Entretanto... O filme me passou a sensação de que a trama paralela é maior do que a trama principal. Sim, o filme possui uma trama centrada no Capitão América contra o Soldado Invernal. Mas a trama paralela se sobrepõe à trama que deveria ser principal... Tanto se sobrepõe que eu não sei se o filme funcionaria sem os personagens auxiliares. A Viúva Negra, o Nick Fury... Até o Falcon... A dimensão desses personagens é grande demais.

Esse próximo parágrafo eu não sei se é spoiler ou não. Acho que é, porque ninguém falou isso ainda, por aí. Mas, na minha opinião, saber disso antes não compromete em nada a experiência do filme.

A trama paralela consiste na apresentação e explicação de COMO a Hidra se infiltrou e controlou a SHIELD.
Mas essa trama paralela fica gigantesca porque os personagens antagônicos principais parecem meros peões da HIDRA e da SHIELD.
O Capitão América luta para destruir a SHIELD, comprometida pela influência, interferência e manipulação da HIDRA.
O Soldado Invernal... Bem... Ele é o "super-vilão" da HIDRA.

Ok. Se eu não sabia se o parágrafo anterior era spoiler ou não, eu sei que os próximos são. Se você não gosta de comentários sobre o filme antes de assistir ao filme, pare de ler esse texto aqui. Vá para outro texto meu! São mais de 600 textos aqui no Blog! Quem sabe a minha resenha de "OsVingadores"?

Bem, vamos lá.

Piadinha inicial do filme, Steve Rogers fazendo sua corrida matinal em volta do espelho d'água do capitólio, em Washington. Por ser sobre-humano, ele ultrapassou várias vezes um outro soldado que fazia sua corrida, também. Esse outro soldado é o Falcon, super-herói que detém um equipamento especial, no formato de asas, que o permite voar.

No final do jogging, Steve conversa com o soldado, que diz entender a barra que é "voltar à ativa", se ambientar à "vida normal". Legal ter visto a recomendação de música que o soldado faz, para o Capitão se atualizar. E mais legal é ver que o Capitão tem um caderninho com diversas recomendações anotadas!


Então a Viúva Negra aparece para recrutar o Capitão.
A primeira cena de ação consiste em invadir um porta-aviões da SHIELD tomado por "piratas" e salvar os técnicos da SHIELD feitos de reféns. O Capitão e a equipe tomam o porta-aviões, acabam com os "piratas" e resgatam os reféns. Easy Pie. Mas, na luta contra o chefe dos "piratas", o Capitão pede ajuda à Viúva Negra. Entretanto, a Viúva Negra está na sua missão particular: roubar dados da própria SHIELD, do porta-aviões. Missão dada pelo próprio Nick Fury.

A primeira parte do filme consiste na conversa filosófica entre Nick Fury e o Capitão América. O Capitão está descontente porque ele se sente um agente da SHIELD, sendo usado pela SHIELD. Diferentemente do método militar, em que todos os soldados têm todas as informações de cada missão, O Capitão América não quer ser um agente secreto, manipulado para os interesses da SHIELD.


O Capitão América resume o enredo do filme inteiro nesse conversa. A divisão de informações de acordo com o "nível" do agente consiste em falta de confiança.
Nick, então, mostra para o Capitão o projeto Insight. E é nesse momento que passa a fala do trailer. Apontando para os veículos do projeto Insight, o Capitão fala: "Isso não é segurança, isso é controle!"

O Capitão sai contrariado da SHIELD. Ele visita um museu feito para mostrar a história da Segunda Guerra Mundial... Há uma ala só para o Capitão América e seu esquadrão... E vai conversar com a já idosa e senil agente Peggy...

O filme parece morrer. Não há mais nada para acontecer. É nesse tipo de momento que a trama secundária parece tão necessária no filme...

Nick Fury é vítima de um atentado nas ruas de Washington. Enquanto era "Nick Fury + seu super carro piadista (-"O que ainda está funcionando?" - "O Ar Condicionado, senhor!")" contra uns soldadinhos comuns da SHIELD/HIDRA, foi tranquilo. Nick saiu machucado, mas conseguiu escapar do pequeno esquadrão. O problema foi que o filme apresentou o Soldado Invernal no final desse atentado a Fury. Outra cena de trailer: O soldado Invernal dá um tiro, o carro de Fury voa, o Soldado Invernal dá um mísero passo para o lado para se esquivar do carro, que capota e deixa Fury à merce do inimigo...
(Essa cena pareceu muito com a do Orc Líder se esquivando da pedra catapultada, no cerco à Cidade Branca, no Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei.)


Enfim. Bastãozinho laser milagroso na mão (seria um sabre de luz?), Fury faz um buraco no teto do carro capotado E no asfalto E no chão, até os esgotos, para fugir.

Todo machucado, Nick vai até à casa do Capitão. Afinal, era o único em quem podia confiar. Conversa codificada porque o apartamento do Capitão estava todo grampeado. Nick entrega o penDrive com as informações roubadas do porta aviões. Através da parede, uma salva de tiros atingem Nick. Antes de apagar, Nick diz para o Capitão não confiar em ninguém.
O Capitão vê o atirador pela janela e faz uma alucinante perseguição por dentro e pelo topo de prédios.
A perseguição termina na cena do trailler em que o Steve arremessa o escudo no Soldado Invernal que está de costas no parapeito do prédio. O Soldado Invernal se vira e pega o escudo com a mão biônica. Momento tenso. O Capitão reconhece seu amigo.
O Soldado Invernal arremessa o escudo contra o Steve e, enquanto o Capitão se ocupa em aparar o escudo, o Soldado Invernal Foge.


O filme corta para a operação de Fury. Fury morre. O Capitão é chamado por Pierce (o "Chefe" de Fury na SHIELD).


Por não confiar em ninguém, o Capitão tem a brilhante ideia de esconder o penDrive em uma máquina de doces, no hospital.
Pierci quer falar com o Capitão por este ter sido o último a ter falado com Fury vivo. Pierce quer saber porque Fury foi à casa de Steve. Steve mente que Fury não falou nada.
Já no elevador da SHIELD, os mesmo agentes da SHIELD/HIDRA que atacaram Fury atacam o Capitão.
Cena de trailer, o Capitão cercado por vários agentes no elevador, diz: "Alguém quer sair antes que comece?"
Uma cena trivial, frente às outras que já vimos nos filmes dos Vingadores... Um grupo de agentes bem treinados contra o Capitão? Tadinhos, eles não têm a menor chance... Steve deixa todos no chão e, em todos os andares que tenta sair do elevador, há mais agentes armados até os dentes para pegá-lo.
Steve se arremessa do elevador panorâmico no lago que circunda o prédio da SHIELD.


Nesse momento, os agentes da HIDRA tomam poder da SHIELD e transformam o Capitão América no alvo número um de procurados.

O Capitão retoma ao hospital para pegar o penDrive que, é claro, não está mais na ~seguríssima~ máquina de doces...

Adivinha quem pegou o penDrive? Sim! Nossa musa: A viúva Negra.

Cena clássica de briguinha entre super-heróis, quando eles se encontram. "Posso confiar em você?" "Você só tem a mim para confiar!" Etc, etc, etc... Pergunta: Você confiaria na Viúva Negra?

Os dois agora são procurados e precisam decodificar o penDrive para saberem o plano da Hidra. Natasha mostra toda a sua habilidade de espiã: vai a um shopping lotado e entra em uma AppleStore para decodificar o penDrive.

Menção honrosa: O atendente da AppleStore. Em um mundo com super-heróis, talvez esses campeões não sejam coisa de nerds... Talvez as pessoas que mais prestem a atenção em super seres sejam os bombadões, historiadores e afins... Pense bem: quais nerds gostam de UFC, Boxe e afins? No universo Marvel, Flash Tompson é o exemplo perfeito: O valentão de escola que IDOLATRA o Homem Aranha, enquanto todos acham normal que o deslocado Peter Parker não goste do Herói...
O Atendente da AppStore olha Steve Rogers nos olhos e exclama: "Ei!" (todos achamos que o nerd vai reconhecer o Capitão América) "Eu tenho um par de óculos igual aos seus!"
Fim da menção honrosa.

Natasha diz que eles têm nove minutos antes de serem encontrados. Ela não consegue decodificar o penDrive (porque quem escreveu o programa é LIGEIRAMENTE mais inteligente que ela...) mas ela conseguiu descobrir aonde o software foi escrito...
Nessa hora os agentes da HIDRA chegam no shopping. Fuga discreta. Bem ao estilo dos quadrinhos em que o Capitão América atua como agente secreto (e que eu detesto...). Steve quer sair quebrando tudo... Mas Natasha comanda a fuga, mostrando todo seu estilo.

Os heróis "tomam emprestado sem pedir" um carro e vão até o lugar aonde o software foi escrito. E surpresa: é a base militar aonde
Steve treinou, antes de ser transformado no supersoldado americano. Memórias, lembranças... Até que Natasha traz Steve à realidade novamente, dizendo que não há nada no lugar. Steve olha para um prédio e lança um "O exército não permite um paiol tão próximo dos alojamentos. Esse prédio está no lugar errado!" Hum. Ok. Eles entram no paiol, que se revela um escritório antigo da SHIELD. Fotos na parede... Howard Stark, Peggy... "Quem é essa mulher?" - pergunta Natasha, para não receber resposta alguma de Steve.
O capitão olha umas prateleiras e se lembra do primeiro filme. Se usando de força, ele abre uma passagem secreta para um elevador. E o elevador leva até o subsolo.
Toda a cena armada para parecer uma emboscada. Tudo escuro. Elevador fecha as portas atrás dos personagens. Luzes se acendem automaticamente... Eu estava pronto para ver A BRIGA contra o Soldado Invernal.
Mas as luzes revelam um supercomputador da década de 70. Um único dispositivo moderno, sobre uma mesa de controle. O Capitão tem a ideia de plugar o penDrive nesse dispositivo. Algo que não ocorreu a inteligentíssima Natasha... Ok...

O supercomputador passa a funcionar. Ali está a consciência do cientista auxiliar do Caveira Vermelha, do primeiro filme... Depois da segunda guerra, o cientista foi recrutado pela SHIELD. Ele foi diagnosticado com uma doença terminal e construiu o supercomputador para manter sua consciência viva... E no diálogo, Dr Zola conta que a Hidra aprendeu COMO dominar o mundo, depois da segunda guerra. A HIDRA que articulou a criação da SHIELD, para que as pessoas trocassem a sua liberdade pelo senso de proteção. E, depois de contar todo o plano, Zola diz que só o fez porque um míssil estava chegando e destruiria tudo, matando os heróis.

Tudo desmorona, figurativamente e literalmente.
A SHIELD não é uma força do bem. É só mais um tentáculo da HIDRA, manipulando os próprios aliados. O Capitão estava certo lá no início, na conversa com o Fury: não é liberdade se todos não sabem o que está acontecendo.
E o míssel simplesmente reduz a base inteira a escombros. O Capitão protege Natasha da explosão e os dois fogem.

Eles vão pedir ajuda para o soldado, única pessoa em quem os dois podem confiar, agora. Eles contam o que sabem para o Falcão. Quando estão planejando o que fazer, o Falcão mostra o seu "currículo" para o Capitão. Diz que é especialista em um dispositivo de vôo. "Invadir uma base militar para roubar o aparelho? Fácil!" Diz Natasha.

Desse ponto em diante, os heróis fazem o caminho normal de investigação. Encontram os capangas. Os capangas deduram os peixes médios, que deduram os peixes grandes...

Lembram do senador que afronta Tony Stark em Homem de Ferro 2? Então. Ele é visto falando com um membros da HIDRA que trabalha na SHIELD... Em uma dessas vezes, esse membro recebe uma ligação que o celular identificou como sendo de Pierci. Ao atender, o Falcão diz que ele deve entrar em um carro. "-Porque eu faria isso?" "Sua gravata é bonita, eu odiaria que ela fosse manchada de sangue!" - responde o Falcão, enquanto esse membro da HIDRA/SHIELD olha para sua gravata com um ponto vermelho de mira laser...

No interrogatório, o Senador conta detalhes do plano para os heróis... Que são surpreendidos pelo esquadrão da HIDRA e pelo Soldado Invernal.

Briga surpreendente, novamente pelas ruas. E, na luta entre o Capitão e o Soldado Invernal, Steve tem certeza que é o seu amigo Bucky, ali.

Natasha leva um tiro. O Capitão fica atônito com a descoberta. O Falcão se rende junto. Os três são capturados mas, enquanto estão sendo levados para a SHIELD, os agentes leais a Fury "resgatam" (nos próprios veículos) os três heróis.

Então o filme mostra que Fury sobreviveu. Sim. Há disfarce melhor do que a morte? Fury quer destruir só a Hidra, enquanto o Capitão quer que a SHIELD seja desfeita, também. Valores antigos, sabe como é? Gosto disso no Capitão.

Lembram do museu que Steve foi visitar? Stan Lee aparece como guarda-noturno desse museu. Em sua ronda ele passa pelos manequins do esquadrão. E o uniforme antigo do Capitão América está nu. “I'm so fired...” — Exclama Stan Lee... hehe!

O Conselho da SHIELD vai se reunir com Pierce para ativarem o projeto Insight. Esse projeto consiste em três porta-aviões voadores (mais modernos que o do filme dos Vingadores), conectados via satélite e com poder de fogo para atacar alvos específicos há quilômetros de distância. Alvos escolhidos pela HIDRA, logicamente, para promover a "limpeza genética" do mundo...

O plano dos heróis é tentar impedir o lançamento dos porta-aviões. Caso não seja possível, milagrosamente os agentes da SHIELD têm um chip que os heróis devem colocar no lugar do chip de cada nave, que anula o dispositivo de mira.

Claro que os agentes da HIDRA garantem que os três porta-aviões sejam lançados.

Brigas, brigas e mais brigas óbvias. Um verdadeiro show de violência gratuita e efeitos especiais hipnotizantes. Só essas cenas já fazem valer o ingresso do cinema.

Natasha toma o lugar da senhora do conselho e ataca Pierce. Nick Fury chega de helicóptero. Eles acompanham o Falcão e o Capitão América tentando trocar os chips, enquanto publicam para o mundo inteiro os planos da HIDRA e como a SHIELD era manipulada.
Em dois porta-aviões o trabalho de troca dos chips é fácil. Heróis contra agentes armados...

Mas o terceiro porta-aviões está sendo protegido pelo Sodado Invernal. O Falcão perde suas asas no confronto e é arremessado do porta-aviões. A luta é entre Bucky e Steve. Enquanto há pessoas para salvar, Steve luta bravamente. Toma tiros, mas consegue trocar os chips.

Os chips reprogramaram os porta-aviões para que atirassem uns nos outros, derrubando-se entre si.

Depois de salvar as pessoas, Steve não só salva como também não reage aos ataques do seu amnésico amigo. Nisso, o Sodado Invernal parece se lembrar de Steve... "Você é meu amigo!" - Diz o Capitão. "Não! Você é minha missão!" - Diz o Soldado Invernal.
Com o porta-aviões caindo, Steve é arremessado da nave e cai na água, desmaiado pelos socos do Soldado Invernal. Quando pensamos que Steve vai se afogar (que nada, ninguém espera isso, todos nós sabemos que o Capitão América não vai morrer...), uma mão puxa Steve.

O Soldado Invernal deixa Steve na margem do lago e some.


No fim, não há mais SHIELD. Natasha (que agora não tem mais identidades secretas ou proteção) é interrogada pela justiça.
Fury ainda é dado como morto e decide ir para a Europa. Ele chama o Capitão e o Falcão, mas os dois "têm um trabalho para fazer". Natasha também segue seu próprio caminho. Ela tem uma vida para refazer...

Eu não pude ver a cena extra direito. Os ~excelentes~ técnicos do CineSystem do Iguatemi de Florianópolis não DESLIGARAM AS LUZES. A Mal dava para ver o centro da tela...
Mas eu pude notar que a cena extra mostrava uma instalação da Hidra. Nessa instalação, dois homens conversam. Um diz que eles ainda têm um artefato poderoso, energizado pelo tesseract. ACHO que é a arma que o Loki usou no filme dos Vingadores. O outro diz que eles têm uma arma muito melhor: "os gêmeos". O velocista Mercúrio e a bruxa Feiticeira Escarlate. (Filhos do Magneto. Mutantes. Quero ver como vão encaixar isso nos vingadores...)
Importante lembrar que eu ACHO que vi tudo isso. Graças à imperícia dos técnicos da CineSystem. Muito obrigado.

EDITADO: Acabei de descobrir que há uma SEGUNDA cena extra, lá no final dos créditos. Cena que foi brilhantemente CORTADA na minha sessão do Capitão América 2, no cinema CineSystem do Iguatemi de Florianópolis.
Segundo o que fiquei sabendo, nessa cena Bucky vai até o museu da Segunda Guerra Mundial, para saber de sua história, após ter salvo seu amigo Steve...
Por causa DESTA cena, eu irei assistir novamente ao Capitão América. Mas não será nessa rede de cinemas que, de hoje em diante, boicotarei com gosto.



Como eu disse lá em cima... É um filme-ponte. A trama principal tem início-meio-e-fim. E isso é bom para quem quer ver só esse filme. Mas ela se conecta muito bem com o primeiro filme do Capitão América. Conta a história do que aconteceu com Bucky, o transformando em um supervilão manipulado pela HIDRA. Coloca Steve contra seu amigo, o que gera ganchos para próximas aventuras. Além disso, dá continuidade e noção do tamanho da HIDRA, infiltrada no governo inclusive. Governo que conecta com outros filmes, como os Vingadores. Mostra que o próximo filme do Capitão vai se conectar com as histórias do Thor. Desmonta a SHIELD, fazendo com que a iniciativa Vingadores se torne mais forte e independente a partir de agora...

Excelente filme. Tudo o que um nerd de gibis quer ver. Tudo o que um entusiasta de filmes de ação quer ver. Tudo o que um espectador qualquer quer ver para se entreter em uma tarde qualquer...

Agora é esperar, amigo, pela continuação. Está faltando um filme do Hulk. Queria ver o Visão. O Homem Formiga vem aí. Aguardemos, ansiosos!