terça-feira, 10 de fevereiro de 2015

Homem Aranha de volta à MARVEL!

No ano passado as invasões hackers em contas de diversas empresas revelaram trocas de e-mails entre SONY e MARVEL sobre um possível negócio entre as duas, envolvendo o Homem Aranha.

Acho que todos sabem da historinha, né?
Nos anos 90 a MARVEL estava com a saúde financeira debilitada. Vendas de gibis em baixa, artistas saindo da empresa, roteiristas destruindo os personagens...
A solução encontrada pela MARVEL foi vender os direitos de utilização dos seus personagens para estúdios de filmes. Nisso, a SONY foi se apresentou e comprou os direitos do Homem Aranha (veja essa postagem aqui -> http://www.pontofinal.blog.br/2014/06/aonde-estao-os-direitos-dos-personagens.html )

É bom lembrar que na época da venda sequer Matrix tinha sido lançado. Os efeitos especiais eram terríveis e a MARVEL não imaginava que os estúdios pudessem lançar filmes com seus heróis... Tão pouco imaginava o quanto estava fazendo um péssimo negócio ao se desfazer dessa galinha dos ovos de ouro.

Nos anos 2000 a MARVEL foi definitivamente à falência. A Disney, que já havia adquirido a Pixar, comprou o que sobrou da MARVEL.

E todos os estúdios lançaram bons filmes. Tá, alguns horríveis. Tá bom, não dá pra chamar o Demolidor e Elektra de filmes. (Mas eu gostei do Justiceiro, não torre o saco.)

Então chegamos ao problemão que temos hoje: 5 estúdios detém os direitos dos maiores personagens da MARVEL. E essas burocracias contratuais impedem que alguns heróis se encontrem na telona. 
E isso é horrível, porque muitas histórias dependem de personagens que estão em estúdios diferentes.
Quarteto Fantástico sem a participação do Namor? Ou o Pantera Negra? Ou do Homem Aranha?
Dead Pool sem poder interagir com o Homem Aranha???

Enfim. A MARVEL quer logo aproveitar o bom momento e puxar a sua (talvez de todos) melhor história dos gibis para as telonas: A Guerra Civil.
Só que a Guerra Civil jamais irá funcionar sem o Homem Aranha.

Sabendo disso, Kevin Feige (MARVEL) logo contactou Amy Pascal (SONY) e iniciaram as discussões.
Rumores correram por todos os lados. Uma hora o acerto estava pronto, garantido... Na outra hora nada mais era certo... Até que eles foram abafados em dezembro com um "not gonna happend, pals"...

Eis que hoje foi revelado que o acerto entre os estúdios foi fechado. O próximo filme do Homem Aranha, que sairá em 2017, será feito em uma parceria entre os estúdios.

O acerto conta, ainda, que Peter Parker possa aparecer em alguns filmes da MARVEL, como o próximo Capitão América, Homem de Ferro e até mesmo no filme dos Vingadores depois da Era de Ultron.

Particularmente eu acho isso muito certo. Se isolado o Homem Aranha e os Vingadores são pilhas de dinheiro, juntos cobrirão o Everest de dourado.
A participação do Homem Aranha é decisiva na Guerra Civil dos gibis e, na telona, certamente ficará fantástica.

Como fã do Homem Aranha desde 1989, eu estou louco para ver o personagem mais maduro. Com esse acordo, a SONY poderá ampliar o argumento dos filmes do Homem Aranha, sem precisar cair na eterna lenga-lenga de romances, tia May, auto-piedade, etc... Sem falar que não vamos precisar assistir - mais uma vez - o Tio Ben sendo assassinado.
E se pegarem a mesma linha de histórias do Espetacular Homem Aranha, com o Andrew Garfield, ainda podem trazer a Gata Negra como sua namorada... 

E, se conseguirem fazer um acerto com a FOX, talvez a sequencia MARVEL nos cinemas possa ser:
Era de Ultron;
Guerra Civil;
Guerras Secretas.

Fico imaginando poder ver o Peter começando um relacionametno com a Gata Negra. Indo para o planeta Beyonder, descobrindo o "uniforme negro" e, assim, contando a origem correta de Venom!

Aí, amigo... com todos os estúdios juntos podemos começar a pensar em filmes fantásticos como Justiceiro e Dead Pool, Dead Pool e Homem Aranha, Quarteto fantástico e Vingadores, Homem Aranha e Wolverine (tem que ter a cena que eles falam de ruivas!!!), entre tantos outros crossovers que já deram muito certo nos gibis e que nos atiçam a imaginação para ir para os cinemas.

E isso tudo com a qualidade dos efeitos visuais revolucionários da Pixar por detrás!

Depois é esperar que a DC e a Warner consigam fazer um bom trabalho com a Liga da Justiça, Titãs, Esquadrão Suicida, talvez Justiça Jovem, talvez com a Legião... E, assim, consigam levar os dois maiores universos de quadrinhos ao mesmo nível nas telonas...
Para, quem sabe um dia, conseguirmos assistir MARVEL versus DC!

Bem. São só sonhos. Mas é assim que a realidade começa a ser construída, né? Com os sonhos de alguns poucos...