sábado, 26 de março de 2016

Florianópolis: DOIS ANOS morando na ilha!

Vamos dar continuidade aos textos que vocês mais gostaram, aqui no Ponto Final!

Antes de mais nada: MUITO OBRIGADO por pararem de me chamar no chat para fazer perguntas sobre Florianópolis! Sério, valeu mesmo. Continuem postando suas perguntas nos comentários, pois mais gente pode ter a mesma dúvida. Assim todos nós nos ajudaremos uns aos outros!
Coraçãozinho para todos vocês! <3


Esse texto demorou para sair porque eu estava fazendo uma grande pesquisa para responder a todas perguntas de vocês nos comentários dos dois primeiros textos. Aí eu notei que o trabalho estava muito grande. E que o texto de dois anos só seria entregue quando eu já estivesse aqui em Floripa há 5 anos... Então eu decidi ser mais direto, mas ainda genérico.
Se você chegou no blog por este texto, leia primeiro esses dois, aqui:



Como vocês puderam ler, as sessões de comentários explodiram com perguntas. Quase todas as perguntas foram de pessoas querendo se mudar para Florianópolis. Então, sem mais delongas, responderei às três questões abordadas, derivadas da vontade de vocês virem morar aqui:

1 - Como é o mercado de trabalho para a profissão <<sua profissão aqui>>?
Resposta: NÃO SEI.

Sério. Não me pergunte. Eu não sei. Se quiser tentar a sorte de colocar essa questão nos comentários e esperar que alguém da sua área que more aqui acesse o blog e responda, beleza. Já faz pelo menos seis meses que eu não respondo essas perguntas nos outros textos, porque eu tenho sempre a mesma resposta.

O máximo que eu tentarei fazer é explicar como vejo o mercado daqui. A partir dessa minha explicação, você pode colocar sua mente para funcionar por dois segundos e tirar suas próprias conclusões.
Florianópolis é uma cidade ARTIFICIAL, mantida pelo TURISMO e por FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS. Essas pessoas necessitam de SERVIÇOS. Recentemente, a indústria de software vem prosperando na ilha.

LOGO... se você é funcionário público (passou em um concurso pra cá ou pode vir transferido), ou é proficiente na área de turismo (restaurantes, hotéis, entretenimento para turistas, etc..), ou é excelente na prestação de serviços (eletricista, encanador, personal trainner, instalador de ar condicionado, nutricionista, médico, dentista, professor, etc...), ou alguma empresa de TI te contratou para trabalhar aqui, SEJA BEM VINDO!
Se você está "tentando a sorte", porque "na sua cidade as coisas estão ruins e quer arriscar em Florianópolis", NÃO VENHA. E eu vou explicar o porquê na resposta da próxima pergunta...

2 - Como é o custo de vida de Florianópolis?
Resposta: Alto. Muito caro, MESMO. Sério.

Algo que ocorre bastante aqui em Floripa é a "ilusão de alta oferta de trabalho sem qualificação".
Florianópolis tem muita oferta de trabalho para Supermercados (apesar de ter a menor quantidade de supermercados em uma cidade grande que eu já vi na minha vida!), lojas estão constantemente com cartazes de "procura-se vendedor", "contrata-se garçom", "vagas para cozinheiro", "precisa-se de ajudante geral", etc... 
As pessoas vêm de todos os cantos do Brasil para Floripa em busca desses empregos. Sério, encontrar catarinenses na ilha é complicado. Eu mesmo sou gaúcho!
Acontece que esses empregos PAGAM POUCO. Um salário mínimo nacional NÃO É SUFICIENTE PARA MORAR EM FLORIANÓPOLIS.
Claro, você pode viver "do trabalho pra casa, de casa pro trabalho" todos os dias. E, assim, TALVEZ você consiga se manter aqui em Florianópolis com um salário mínimo.
Mas a verdade é que a cidade "te chama". Florianópolis te convida a passear. E em cada passeio você acaba consumindo. Dependendo do local, uma água mineral pode custar R$5,00... OU MAIS!
Logo, se você quer vir morar em Floripa e não voltar pra sua cidade em menos de seis meses, venha com um trabalho que te pague pelo menos uns R$3.000,00 por mês. Pelo menos. Sério.
Essa é a quantidade mínima de dinheiro para que você possa sobreviver nessa cidade com o mínimo de decência. E eu vou explicar o principal motivo na próxima resposta.

3 - Aonde eu posso ir morar em Florianópolis?
Resposta: depende de quanto dinheiro você tem, amigo.

Eu tentei ser polido nos outros dois textos. Tentei não abordar a questão de dinheiro. (Sabe como é... meu estilo de escrita agride algumas pessoas e eu tentei ser mais neutro nesses textos...) Mas na questão de moradia não há como não tocar no quesito dinheiro sem ser direto e até mesmo contundente...

Você encontrará quartos para alugar por toda a cidade. Especialmente próximo às faculdades. Trindade, Santa Mônica, Córrego Grande, Itacorubi, João Paulo, Centro, Carvoeira, Saco dos Limões, Lagoa, Barra da Lagoa, Monte Verde, Pantanal...
Existem anúncios em praticamente todos os sites de negócios on-line. OLX, Mercado Livre... Viva Real e outros sites de aluguel também possuem muitos anúncios.
Talvez o lugar mais útil para encontrar local para morar seja a comunidade no facebook Aluguel Anual Florianópolis.

Apartamentos para dividir, espeluncas que alugam kitnets para estudantes e trabalhadores e toda variedade de "cantinhos" aonde você pode dormir até o dia seguinte, quando voltará para o trabalho. Estas opções iniciam em cerca de R$500,00 e você as encontrará até R$1.000,00. Sim, o preço do aluguel de um bom apartamento em uma cidade do interior, por um pequeno chiqueiro aonde você terá que suportar todo tipo de marginal por perto...

Com um pouco mais dinheiro disponível, você poderá alugar um bom apartamento ou uma casa razoável. Será necessário desembolsar de R$1.000,00 a R$2.000,00 para tanto. O ponto aqui é: por esse valor, você já pode começar a pensar em um financiamento para comprar uma casa, não?
Nessa faixa de valores, você encontrará anúncios nos mesmos sites que mencionei acima e em imobiliárias.
NÃO FAÇA NEGÓCIOS COM A BROGNOLI. De nada.
Bem, por esse valor há quem alugue um apartamento para dividir o aluguel na Beira Mar. Há malucos para tudo, cada um com a sua visão de mundo. Eu, por exemplo, não quero ficar atrelado a um lugar no mundo, ainda. Por isso, não quero comprar nenhuma propriedade, ainda. Também já estou entrando na idade do "velho cheio de manias", logo dividir aluguel não é mais comigo. Por isso aluguei um apartamento sozinho e estou nessa turma de loucos, aqui.

Passando para o próximo nível, se você tiver disponibilidade, podes gastar de R$2.000,00 até quanto quiser...

O grande problema com a moradia em Florianópolis (e agora vou pintar o panorama e eu preciso que você use o cérebro por mais alguns segundos...) é a LOCOMOÇÃO.
Florianópolis possui UMA ÚNICA VIA PARA QUALQUER LUGAR. Quando dois carros encostam um no outro, TODA A CIDADE PÁRA. E aí independe se você anda de ônibus, moto, carro, etc... Você perderá MUITO TEMPO NO TRÂNSITO, SIM.
Eu morava no Itacorubi e trabalho no Centro. Em condições ideais, são cerca de 15 minutos de carro. Mas nos horários de pico, eu cheguei a demorar mais de DUAS HORAS para fazer o trajeto.
Portanto, MORE PERTO DE ONDE VOCÊ VAI TRABALHAR OU ESTUDAR.
Hoje eu moro há 5 quadras do meu trabalho. 18:15 eu estou dentro do meu apartamento, tranquilo. Completamente outra vida.

Por esse motivo, eu descarto para mim e desaconselho totalmente que você escolha morar na Lagoa, Barra da Lagoa, Santo Antônio, Bom Jesus, Canasvieiras, Ingleses e demais bairros afastados do Centro... a menos que você vá trabalhar em algum desses lugares. (Eu incluiria Jurerê nessa lista... mas se você vem pra Floripa para morar em Jurerê, eu realmente duvido que você vá se preocupar com trânsito...).
Não falei sobre os bairros do Continente por um motivo bem simples: EVITE A PONTE COMO O DIABO EVITA A CRUZ. A ponte é o ponto mais delicado do trânsito de Florianópolis. Ela foi construída para atender cerca de 80 mil veículos por dia... e hoje atende mais de 200 mil veículos por dia. Percebe como a conta não bate? 
Só more nos bairros do Continente se você trabalhar por lá e não precisar vir para a ilha todos os dias por algum compromisso.


Acredito que isso responda a todas as suas perguntas.
1 - Não sei sobre o seu mercado de trabalho;
2 - Sim, Floripa é cara. Tenha dinheiro ou nem tente, porque você acabará voltando pra cidade de onde veio.
3 - More aonde você puder morar. A cidade inteira possui opções. Não, eu não sou classificados, eu não sei de lugares para morar.


Agora, deixe eu contar para você um pouco do que eu descobri sobre a ilha em mais esse ano.
E antes de ler daqui em diante, por favor, me perdoem pelos acessos de fúria no texto. Não é nada diretamente contra você. Esse é o modo como eu dou ênfase nas coisas que me deixam decepcionado e até mesmo irritado. Quero passar para vocês os lados ruins dessa cidade, para que vocês não venham achando que aqui só existe diversão e coisas boas.

PESSOAS AQUI SÃO EXTREMAMENTE MAL EDUCADAS.

Sério, galera. A maioria das pessoas de Florianópolis não são de Florianópolis. O pessoal vem pra cá pensando em viver bem, em um lugar paradisíaco... Mas esquecem que quem faz a cidade são as pessoas que moram aqui.
O pessoal que vem de fora não respeita a cidade, como um todo. Tanto os que vêm morar, quanto turistas. Eu mesmo tenho um pacto com a cidade: quando eu for embora, jamais voltarei, sequer para visitar. Só para não atrapalhar a vida de quem mora aqui. Gente, isso aqui é um pedaço do paraíso, com belezas naturais espalhadas por toda a cidade. Você tropeça em coisas bonitas... E mesmo assim VOCÊ destrói todas as coisas legais daqui.

Se você é o tipo de gente que faz isso,
fique longe da MINHA ilha.
Nada de lixo no chão. Preserve a MINHA ILHA, CARAMBA.
O som do seu carro é uma MERDA. Sério. Não ande com a sua lata velha estourando o som. Respeite os outros, POXA VIDA. Especialmente no horário de sono dos demais.
Veio para cá para trabalhar? Que bom! FAÇA A MERDA DO SEU TRABALHO DIREITO.
Sério, tô cansado de atendentes com cara de bunda, atendendo os clientes como se estivesse fazendo um favor para os outros.
Hoje mesmo, fui tomar café da manhã em uma padaria (é sábado, meio de feriadão, me deixa...). A atendente da balança do buffet me gritou o comando para eu tirar a etiqueta de preço da balança! Sentado à mesa, outra atendente passou a mão por cima do meu prato para verificar se a minha mesa precisava de açúcar ou guardanapos (visivelmente não precisava...), sem sequer me dizer "bom dia" ou "com licença"...
E exemplos como esse empilham pelas lojas e serviços na cidade... Eu já tive que esperar o caixa do Big servir refrigerante para outros 4 caixas, para então ele me atender. Ridículo é pouco.
Novamente: não gosta do seu trabalho? Demita-se. Assumiu um trabalho? FAÇA SEU TRABALHO DIREITO! 

RESPEITE AS LEIS DE TRÂNSITO.

Florianópolis está cheio de IMBECIS no trânsito. Por favor, não seja mais um IMBECIL no trânsito quando chegar aqui. E não falo apenas dos motoristas! 
Carros são um problema grave, sim. Andam em alta velocidade, depois da meia noite não existem leis de trânsito para os carros, trafegam em ciclovias, estacionam em QUALQUER LUGAR, especialmente SOBRE AS CALÇADAS... Andam com som alto a qualquer hora do dia (como se os outros quisessem escutar suas porcaria de músicas...)... enfim, são uma praga.


Mas os carros são só um pedaço do problema. O transporte público é TERRÍVEL. Todo cuidado é pouco próximo ou dentro dos ônibus. Motoristas de ônibus não têm a menor noção do que seja "força da gravidade", por aqui. Aceleram, freiam e fazem curvas como se dirigissem carros de F1 em uma volta de classificação. Isso não é ruim apenas para os passageiros, que são tratados como frutas em um liquidificador... Trafegar ao lado de ônibus significa "saia do caminho" a todo momento.


Sobre os táxis eu só tenho uma coisa a dizer: aguardo ANSIOSO a chegada do Uber em Florianópolis.

Não vou falar de motos. Por mim, TODAS as motos poderiam ser EXTINTAS do trânsito, agora mesmo. Eu me desculparia pessoalmente com a dúzia de motoqueiros conscientes que existem no Brasil... e a vida continuaria melhor, sem essas pragas que trafegam sem o menor respeito a nenhuma das leis de trânsito. (Vá trafegar no corredor da tua bunda, motoqueiro idiota.) (E arrume a merda do teu escapamento. A bosta do teu motor dois tempos já faz mais barulho do que o necessário, não precisa avisar com 5kms de antecedência que tu tá passando na minha rua, infeliz.)

Sobre ciclistas... NOSSA... como gostam de reclamar seu espaço! Como se sentem injustiçados quando algum carro trafega no acostamento, atropela um deles e até acabam morrendo por causa disso... Mas essa indignação é tão seletiva... Ciclistas em Florianópolis só não são piores do que os motoqueiros. Eu mesmo larguei a bicicleta por não suportar mais a falta de respeito dos demais ciclistas pelas leis de trânsito. Ciclistas andam sobre calçadas, trafegam no meio dos carros, na contramão, não respeitam faixas de pedestres... e nas próprias ciclovias não respeitam uns aos outros. Gentinha da pior espécie, que não merecem os esforços de todos para garantir privilégios.
Eu gostaria de dizer a todos os ciclistas que, uma vez montados na bicicleta, eles são considerados como VEÍCULOS. E devem seguir as leis de trânsito como tal. Andar na mão do tráfego, sempre à direita, não subir em calçadas, respeitar placas, sinalizações e semáforos... Dar a vez a pedestres... e, por favor, sejam gentis!



Não tem um CALÇADÃO ali do lado, pra correr, né?
E não pense que eu terminei, não! Ainda existem os pedestres! E que raça mais triste... andar em Florianópolis é um exercício de paciência. Porque toda vez que eu saio na rua dá vontade de socar pelo menos uma dúzia de pessoas. Atravessam fora da faixa, fazem pouco caso do semáforo,  ANDAM NO MEIO DA RUA!!! Na Beira-Mar norte, uns RETARDADOS MENTAIS gostam de CORRER NA CICLOVIA!!! Como se não tivesse mais de 8kms de calçadão perfeitamente nivelado para a prática da corrida, esses INFELIZES PRECISAM invadir a área dos ciclistas e, contra as leis de trânsito, usar a ciclovia para seu "treino"... Quando eu andava de bicicleta, a vontade era de dar um "pedala Robinho" em cada um dos corredores que usavam a ciclovia.

Vou deixar uma dica pra vida de vocês, aqui: a regra "MANTENHA A DIREITA" não serve só para os carros. Se todos usarmos essa regra sempre (ônibus, carros, motos, bicicletas e pedestres), andar pela grandes cidades seria mais simples, fácil e SEGURO.

Sério galera. Querem vir pra Floripa? Hajam como PESSOAS, não como AMEBAS no trânsito.

OS POLÍTICOS DAQUI SE ESCONDEM.

Dois anos na ilha. Um ano trabalhando alocado na equipe da Receita. Sabe o que eu descobri sobre política em Florianópolis? Quase nada.
Os políticos daqui se escondem atrás do "não temos recursos" para tudo. Mesmo com impostos como o IPTU e ISS altíssimos, recursos Estaduais abundantes e até mesmo investimentos nacionais... Os políticos de Florianópolis insistem em manter a cidade apenas "para turista ver"...
Esse é Cesar Souza Júnior, prefeito de Floripa...
E eu só fui ver a cara dele agora,
pesquisando uma imagem para esse texto...
A recuperação da ponte suspensa já dura décadas. E cada mudança de prefeito aparecem mais problemas, que demandam mais dinheiro, sendo a desculpa esfarrapada perfeita para justificar o "sumidouro de dinheiro" que, certamente, está alimentando alguma conta secreta de alguém, em algum paraíso fiscal.
Pelo menos nesses dois anos fizeram um viaduto na entrada de Canasvieiras. Isso desafogou UM POUCO o trânsito naquele lugar. Pena que o viaduto já era necessário nos anos 90 e daqui menos de uma década a região vá precisar de outra intervenção. Mas sabe como é o Brasil, isso não é problema do prefeito de hoje. O prefeito de hoje só se preocupa com o que foi inaugurado na sua gestão. E o próximo também se preocupará só com isso... e assim sucessivamente.

Talvez a única coisa boa na política de Florianópolis seja a imensa... a esmagadora... a quase totalidade de pessoas anti-esquerda que aqui vive. Apesar da péssima qualidade no serviço e a má educação generalizada, a maioria das pessoas que aqui vivem GOSTAM de trabalhar. Essas pessoas são "pau-ferro" e SABEM que a prosperidade só chega com muito trabalho duro. Não esperam que as coisas caiam dos céus, providas por algum político-semi-deus.
Frequentemente movimentos como MST tentam invadir terras na ilha... e as comunidades locais reagem no mesmo momento. As ocupações não resistem mais do que 3 dias e geralmente são retirados pela polícia no tempo hábil para expedição e cumprimento de um mandato.
Chega a ser constrangedor como as manifestações "vermelhas" são insignificantes. Contam com meia dúzia de pessoas que vêm de outras cidades. Até mesmo manifestações de classe, como professores e outros funcionários públicos, mal contam com os profissionais da área e alguns poucos "manifestantes profissionais", importados pela CUT.
O povo aqui não possui educação para compreender a situação política e saber fazer as coisas perfeitamente... mas certamente o povo daqui consegue notar que há algo de podre no discurso esquerdista.

Portanto, não venha macular nosso cantinho com visões distorcidas da realidade. Aqui você será minoria.
Ninguém aqui quer ganhar dinheiro fácil, às custas dos impostos dos outros... Aqui nós somos os que pagamos mais impostos, para custear os privilégios dos outros. E nós sabemos disso. E nós não gostamos disso.

INFRAESTRUTURA É MEIA-BOCA

Para uma CAPITAL ESTADUAL, os sinais de telefonia celular são inconstantes demais. É comum demais perder o sinal dentro de qualquer prédio no centro... ou simplesmente indo para alguma praia. o próprio centro da Lagoa da Conceição possui pontos sem sinal de celular...

Em 2015 o el-niño fez chover por quase quatro meses seguidos. De agosto a dezembro tivemos 8 dias de sol. Essa quantidade descomunal de chuva fez com que não faltasse água, como faltou em 2014.

Ano passado, uma estação da CELESC explodiu e uma boa parte da cidade ficou sem energia elétrica de algumas horas até alguns dias. Eventuais quedas de luz realmente incomodam.


Apesar de existir apenas uma estrada par ir para qualquer lugar nessa cidade, elas não possuem uma boa manutenção. Buracos são comuns demais. E as ruas menores... O HORROR... O HORROR!!! Ruas aonde mal passa UM CARRO possuem mão dupla... e carros estacionados, metade nas minúsculas calçadas... quando elas existem! Sim... muitas casas aqui em Floripa simplesmente colocam seus muros junto ao meio fio.

Uma das coisas que eu falo muito por aqui (e o pessoal não gosta de escutar) é sobre o grande incêndio de Londres, de 1666. Foi horrível, destruiu o centro da cidade, muitas pessoas morreram... mas foi a oportunidade perfeita para que a cidade se modernizasse.
Florianópolis PRECISA de um incêndio geral. Que destrua completamente os lugares aonde humanos se instalaram... Só para que possamos traçar estradas mais inteligentes, criar uma "grade" de avenidas, igual fizeram em Manhattan, por exemplo. Um plano diretor decente, dividindo essa cidade de modo ordenado entre áreas de exploração de turismo, áreas de comércio, áreas residenciais, mais alguns túneis e pontes, transporte marítimo, um porto para atracarem cruzeiros, etc...


MAS APESAR DE TUDO ISSO... É A ILHA DA MAGIA!!!

De longe, Florianópolis é um dos lugares mais lindos que eu já vi.
Mesmo sendo um lugar maltratado pela má administração...
Mal cuidado pelas pessoas que vivem aqui... 
Mal usado pelas pessoas que vêm nos visitar...

Mesmo com tudo de ruim que eu escrevi nesse e nos outros textos, Florianópolis é um lugar lindo. Cheio de segredos, cheio de "cantinhos" paradisíacos para descobrir e se maravilhar.
Praias lindas, trilhas até cachoeiras fantásticas, pequenas ilhas ao redor, cada qual com sua beleza, restaurantes com comidas fantásticas...

Não digo aonde é... mas é aqui em Floripa! =P
Dois anos trabalhando aqui e eu tive minhas férias. Eu pensei em ir visitar parentes, em ir viajar para outro lugar... mas no último momento eu pensei comigo mesmo: "milhões de pessoas pensam em vir para Florianópolis nas férias... e eu vou SAIR de Florianópolis nas minhas férias?"
Foram 30 dias que usei para conhecer a cidade com calma. Para encontrar os melhores lugares, para descansar com as paisagens mais belas... e me cansar com as atividades mais fantásticas.
E vou contar que Florianópolis se mostrou muito mais do que só um destino turístico.

Eu quase fico chateado que quase ninguém faça perguntas sobre esse tópico. Que ninguém pergunte "qual o lugar mais lindo de Florianópolis" ou "qual lugar tu recomenda para um jantar?"...

Florianópolis é o tipo de cidade que cobra caro para revelar seus segredos... Mas quando você paga o preço, o resultado vale totalmente a pena.

Para todos vocês que querem vir para a ilha para somar, melhorando nosso querido quinhão de terra... 
Sejam bem vindos!