segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Super Homem e a Suicida

Não sou de replicar obras assim, aqui. Por isso, se você gostou dessa postagem, por favor COMPRE o gibi. Um gibi. Qualquer um. A indústria da arte PRECISA de dinheiro para se manter. (Hoje o Homem Aranha está na Sony porque a MARVEL quase foi à falência na década de 90... e precisou ser comprada pela Disney nos anos 2000...) Por favor: RECONHEÇA o esforço de quem se mata para te trazer boas histórias.

E, na minha humilde opinião, essa é a melhor aventura do Super Homem. Não há um único soco em toda a história. O vilão é o desespero humano. E nós podemos notar o maior poder de Kal-El: o super-coração.



Policial com Gramofone: "Dona Rose... Volte para dentro do prédio, então nós poderemos conversar com você. Nós não queremos ter que tentar puxar você para dentro. Nós estamos pedindo que você trabalhe conosco."

SH: "Suicida?"

Policial: "Sim, Felicity Rose."

SH: "O que aconteceu?"

Policial: "Até onde nós sabemos, ela perdeu sua mãe, perdeu seu trabalho, perdeu tudo... e está lá para acabar com tudo. Você iria lá em cima e pegaria ela para nós?"

SH: "Não. Mas eu vou conversar com ela."



SH: "Olá Felicity. Eu imaginei se nós poderiamos conversar um pouco. Eu entendo que você tem pensado muito ultimamente e..."

Felicity: "Não se atreva a tocar em mim! É isso que você quer, não é? Esperar até que eu baixe minha guarda e então você me pega e me leva de volta até o chão à força! Porque você pode! Porque você é mais forte que eu! porque você sabe que eu não posso te impedir!"

Felicity: "Alguém disse que quando você dá a sua palavra você nunca a quebra. Isso é verdade? ISSO È VERDADE?"

SH: "Sim."

Felicity: Então eu quero a sua palavra. Eu quero que você prometa que você não vai tentar me salvar a força... E que se eu pular... se eu escolher pular é porque essa é a minha escolha... você não vai me impedir. Se você fizer isso eu falo com você."

SH: "Eu te dou a minha palavra. Eu não vou te impedir e eu não vou salvar você contra a sua vontade."

Policial: "Eu achei que ele ia trazer ela para o chão. O que está acontecendo lá?"

Policial: "Ele disse que ia conversar com ela."

Policial: "Sobre o que? A vista?"

Felicity: "Depois que eu enterrei a minha mãe, eu esperei lá até que todos os outros fossem embora, e eu pensei... isso é tudo? Quer dizer, isso é tudo o que há?
Trabalhar em um cubículo seis dias na semana até que eu esteja muito velha para trabalhar, até eu morrer?
É só isso? É para isso que nós estamos aqui? Qual é o sentido?
Quando eu me formei na faculdade eu imaginei - nós todos imaginamos - que nós sairíamos para de lá para fazermos grandes realizações. Nós iríamos mudar o mundo. Salvar o mundo.
Se alguém dissesse "hey, você vai abastecer carros por toda a sua vida" ou "você será melhor aproveitada para limpar mesas, porque isso será toda sua vida", nós riríamos dele.
Isso não é justo. Nada disso é justo. E não se atreva a dizer para mim que é justo!"

SH: "Eu não vou. Porque você está certa. Isso não é justo. John Lennon está morto e Moammar Kadaffi continua vivo. J.F.K. está morto e Castro continua vivo. Gandhi está morto e Manson ainda está por aí. Não é justo.
Mas isso não é injusto também. Isso somente... é."

Felicity: "E é isso. Isso é o melhor que você pode fazer? "Isso não é justo nem injusto, isso somente é"

SH: "Porque é a verdade."



SH: "Você está certa quando você diz que nós todos saímos da faculdade pensando que nós vamos salvar o mundo.
E às vezes nós salvamos.
E às vezes...

Às vezes nós não salvamos. Enquanto você não pensa em salvar todo o mundo. Você pensa em savar apenas uma pessoa.

Porque às vezes isso é o suficiente.

Tudo o que eu sei é que nós temos que tentar. Isso é o que a vida é. Nós tentamos. Nós nos lançamos para fora da escuridão, só um pouco. Nós..."

Felicity: "Nós podemos... Somente não falar sobre isso mais por um pouco? Minha cabeça está doendo. Eu chorei o dia inteiro. Eu só... Só quero descansar um pouco."

SH: "Okay. Descanse. Eu estarei aqui quando você estiver pronta para conversar."


 Felicity: "Você pode pedir que desliguem? Isso machuca meus olhos.

Melhor... Obrigada."


 Felicity: "Há muitas pessoas lá em baixo..."

SH: "Sim. Eu já vi pessoas agitadas na calçada antes. Você está certa que vai isso para eles?

Felicity: "Eu não sei... Eu estou me sentindo como se não soubesse nada mais. Eu não sei o que fazer..."

SH: "Eu posso sugerir uma coisa?
Uma amiga minha, muitos anos atrás, se suicidou. Ela era uma doente terminal, vivia todos os dias em agonia, e um dia ela decidiu que ela sabia - sem nenhuma sombra de dúvida - que ela nunca mais teria um dia feliz.
E ela... Bem, eu acredito que pode se dizer que ela foi embora cedo.
Eu entendi. Eu não concordei. Continuo não concordando. Mais eu entendi.
Se honestamente você acredita, com todo o seu coração, que nunca mais terá um dia feliz na sua vida, então então dê um passo no ar.
Eu vou manter minha promessa e não vou te salvar.

Mas se você acredita que exista uma chace - não importa o quão pequena ela seja - que possa existir apenas um dia feliz aqui - então pegue a minha mão.





SH: Tudo ficará bem. Você está segura; Você está segura.

Felicity: Ok... Ok... Ok...


-------------------------------------------------------------

Lembrando: por favor, COMPRE um gibi do Super Homem. Ajude. Obrigado.

Agora peraí... Tenho que ir ali no banheiro que eu ainda não sei se estou suando pelo olhos ou se caiu um cisco no meu olho...