sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Dia das Crianças

Eu até iria começar esse texto dizendo "Parabéns Crianças!". Mas fiquei procurando uma única coisa que pudesse lembrar que fizesse as crianças merecerem a parabenização.

Bem, não encontrei.

O máximo que encontrei é que dia 20 de Novembro é o dia internacional da criança. Isso porque essa é a data de promulgação dos direitos universais das crianças, pela ONU. Alguns países alteram a data do dia da criança, como Portugal, por exemplo.

Já no Brasil, o dia 12 de Outubro foi escolhido por força de lei. Lei de Galdino do Vale Filho, outorgada pelo então presidente Arthur Bernardes. Lá na década de 1920. Bem, acho que nem preciso dizer que, na época, a lei "não pegou". Foi preciso duas grandes empresas - Estrela e Johnson & Johnson - se unirem para fazer a data "pegar". Outras lojas logo aderiram e o dia de Nossa Senhora Aparecida - para os católicos - logo virou dia da Criança, também.

Não consigo imaginar feriado mais artificial e consumista do que esse.

E, pior: vendo alguns pais nessa data, fico pensando se não são eles próprios quem merecem presentes por essa data. Ficam eufóricos, loucos para mimar mais ainda suas pestes já supervalorizadas.

Sim, eu recebia presentes quando criança. Mas era por pura ingenuidade que eu participava. Hoje eu noto como esse feriado só dilui o dinheiro da população. O Natal está próximo e muitos já comprometem parte do 13º com quinquilharias para as suas crianças.

Talvez seja bom para a indústria, que pode começar a efetuar contratos temporários em julho e terminá-los em dezembro.

Não sei. Só sei que quem participa desse feriado "tradicional" brasileiro, não tem porque não participar de Halloween, por exemplo. Mas esse texto fica para 31 de outubro. Data oficial do Dia das Bruxas!

Uma última dica: não presenteiem a seus filhos com animais de estimação, hoje. Animais não são objetos nem presentes para crianças.