sábado, 21 de julho de 2012

Eis a Culpa!

Tem um conceito que eu falo direto, mas pouca gente entende.

Basicamente, quando uma geração não é bem criada, esta geração simplesmente não sabe como criar a próxima. Então, essas crianças crescem sem ter a mínima ideia de como criar as próximas. Essas "próximas" são tão mal preparadas, que a sociedade se degenera com os seus filhos.

Ok. Confesso que desse modo é complicado entender. Vamos a exemplos práticos, então:

CASO 1 - Duas semanas atrás. Recém havia acabado o filme do Homem Aranha. Eu nem me mexi na cadeira. Era ÓBVIO que teria uma cena bônus. Mas 90% das pessoas que estavam no cinema se levantaram e rumaram para a saída.

Entre elas, um pai com seu filho. A criança deveria ter algo entre sete e dez anos. De forma exemplar, o guri estava com o saco de pipocas e a lata de refrigerante - vazios - na mão, para levar até o lixo. Então, o pai exclamou:

"- Se todos levarem o lixo até a lixeira, vai faltar trabalho para a faxineira do cinema!"

Na hora eu falei alto:

"- Morre e dá trabalho para o coveiro!"

Infelizmente o escuro do cinema fez com que o pai ~inteligente~ não me visse. Mas eu confesso que gostaria. Só para dar uma lição nesse merda.

CASO 2 - Nessa semana, uma mãe norte-americana acessou os computadores da escola do filho, para alterar as notas dele. Ela já havia trabalhado na escola e, assim, sabia a senha do diretor.

Duvida disso? Eis o link:
http://oglobo.globo.com/mundo/mae-invade-computador-de-escola-na-pensilvania-para-alterar-notas-dos-filhos-5532180

São dois os pontos a serem abordados, aqui:
A mãe alegou não saber que isso era ilegal, muito embora tenha concordado que era pouco ético.
Quais valores ela está passando para os filhos?

Isso mostra, exatamente, o que eu quero falar.

Eu acredito que todos saibamos o certo e o errado. A noção disso está dentro de nós. Todo mundo sabe que matar outra pessoa é errado, não é? Roubar dos outros não é algo correto, estou errado?

Sim, todos sabem o que é certo e o que é errado. Esse conhecimento "vem de fábrica", no ser humano.

Mas quando falta a índole... Quando sobra o mau-caráter... Quando se instalam na pessoa, fazem com que o troco a mais não seja devolvido. Afinal de contas, "burro do caixa que deu troco errado", não é?

A índole e o caráter são incutidos na pessoa através de sua criação. Uma criação mal executada faz com que a pessoa torne-se um verdadeiro animal. Faz com que transgrida leis de trânsito, faça barulho em horário que não possa, que roube pessoas, que mate ou filie-se e vote no PMDB.

Você está notando alguma semelhança do que eu estou falando com a nossa realidade?

Os avós da geração dos anos oitenta já não fizeram um bom trabalho.
Os pais da geração dos anos oitenta foram hipócritas, em sua maioria.
A geração dos anos oitenta choram por seus "anos dourados", enquanto se esquecem de dar as tão saudosas palmadas em seus próprios filhos!
E, não sei se você notou, mas a geração dos anos noventa já são adolescentes ou recém-adultos. Muitos já têm filhos. E se eles próprios já não foram bem criados, imaginem como criarão esses bebês que estão chegando?

Bem, tivemos uma amostra, nessa semana. Pessoas violentas e/ou doentes sempre existiram. Não sei se é culpa da velocidade da informação ou da superpopulação, mas casos como o do massacre realizado na estréia de "The Dark Knight Rises" são cada vez mais frequentes.

Se você for ver o perfil desses malucos, nenhum deles é muito diferente dos demais de sua geração. Geralmente pessoas viciadas em internet e em algum ícone (animes, comics, estilos músicas, games, etc...). Pessoas com pouca interação social. Pessoas que são superprotegidas pelos seus pais e não sabem como enfrentar o dia-a-dia com as outras pessoas.

Pessoas talhadas pelas psicologias de que "cada ser humano é especial", que "bater em criança não ensina" e que "os filhos devem ser o centro das atenções dos pais"...

Amigo, entenda: você cria seu filho para o mundo. O que ele precisa e o que você acha que deve dar para ele são coisas bem diferentes. E, nessa queda de braços, você é que está errado. O que o seu filho precisa de você é de exemplos. De correção. De limites. De dinheiro para poder iniciar a sua vida.

Querer "ser amigo" do seu filho só é válido depois que seu rebento passar dos 21 anos.
Afinal de contas, porque diabos você vai querer ser amigo de um desses adolescentes idiotas?
O que um pirralho de dez anos (mesmo sendo o seu filho) tem para te oferecer, em uma amizade?

Até os 21 anos, seus filhos são somente responsabilidades, para você.
Basicamente, a responsabilidade de dar todas as ferramentas necessárias para que seu filho possa ter uma vida próspera. Menos que isso revela, apenas, a sua incompetência.

E, vendo a quantidade de pessoas incapazes de - sequer - raciocinar o óbvio, loucas para usarem o "jeitinho brasileiro" ou "se dar bem", só posso inferir o fracasso dos métodos de criação e que a criação da próxima geração está condenada.

Você, que compreendeu o que eu estou falando, é a resistência. É a última esperança de trazermos o mínimo de decência e civilidade ao nosso mundo. Por favor, não se omita. Não fique quieto. Quando algum idiota estiver falando merda para seu filho, faça o favor de confrontá-lo.

O mundo agradece.

EDITADO:
O que pensar a respeito disso?
http://colunas.revistaepoca.globo.com/mulher7por7/2012/07/20/meninas-de-seis-anos-querem-ser-%E2%80%9Csexy%E2%80%9D-diz-estudo/